quinta-feira, 26 de abril de 2018

Mig / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Mig - Rio de Janeiro (RJ)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Baptistão / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Baptistão - São Paulo (SP)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

terça-feira, 24 de abril de 2018

Mello / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Mello - Jaboticatubas (MG)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Manga / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Manga - São Paulo (SP)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

domingo, 22 de abril de 2018

Jorge Inácio / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Jorge Inácio - Conselheiro Lafaiete (MG)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

sexta-feira, 20 de abril de 2018

João Bento / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

João Bento - Belém (PA)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Genin / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Genin - Itabira (MG)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Jindelt / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Jindelt - Joinville (SC)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Jack Cartoon / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Jack Cartoon - Manaus (AM)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Camilo Riani / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com carinho

Cartunista Camilo Riani - Rio Claro (SP)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Izânio - Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Izânio - Teresina (PI)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Ferreth / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Ferreth - Natal (RN) - Radicado no Rio de Janeiro

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Fernandes / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com carinho

Cartunista Fernandes - Santo André (SP)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Guedes / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Guedes - Pindamonhagada (SP)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre. Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho. Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

terça-feira, 10 de abril de 2018

Cláudio Teixeira / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com carinho

Cartunista Cláudio Teixeira - Iguatu (CE) 

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre.
 Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho.
 Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Cláudio Aleixo / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cláudio Aleixo - Goiânia (GO)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre.
Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho.
Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Cerino / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com carinho

Cartunista Cerino - Brasília (DF)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre.
Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho.
Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Biratan / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com carinho

Cartunista Biratan Porto - Belém (PA)

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre.
Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho.
Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

Alecrim / Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho

Cartunista Alecrim / Rio de Janeiro - RJ

Um dos 85 talentosos cartunistas que desenharam a caricatura do mestre.
Livro: Ziraldo 85 - Ao Mestre Com Carinho.
Autor: Edra / Editora Melhoramentos - 2018

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

"Ao Mestre Com Carinho" - Livro Biográfico Em Homenagem a Ziraldo Reúne Feras da Caricatura

O projeto editorial e gráfico do livro é de autoria do cartunista Edra

O livro reúne, nas suas 192 páginas, um registro ricamente ilustrado da vida e obra do multifacetado Ziraldo, intercaladas por magníficas caricaturas de um seleto grupo de 85 talentosos cartunistas.
Publicado pela Editora Melhoramentos, o livro é de autoria, do também cartunista caratinguense, Edra. A capa é assinada pelo Gê Pinto, o prefácio pelo Zélio Alves Pinto (ambos irmãos do homenageado), apresentação é do cartunista/jornalista JAL, Presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil e, na contra capa, uma tem uma mensagem do Jô Soares ao estimado amigo de longa data.
Diante desta iniciativa, os cartunistas tiveram a oportunidade de manifestar toda a admiração e carinho para com o mestre Ziraldo, apresentando desenhos dos mais variados estilos e técnicas, entre eles a participação super especial de Maurício de Sousa. 

Cartunistas participantes: 

Abel Costa, Afonso Carlos, Alan Souto Maior, Alecrim, Alisson Afonso, Alpino, Amarildo, Amorim, André Barroso, André Camargo, Ariel, Aroeira, Baptistão, Bira Dantas, Biratan, Brito, Camaleão, Camilo Riani, Cerino, Chico Caruso, Cláudia Kfouri, Cláudio Aleixo, Cláudio Duarte, Cláudio Teixeira, Dálcio Machado, Edra, Enderson Santos, Erthal, Evandro Rocha, Fábio Coutinho, Fernandes, Ferreth, Fraga, Genin, Gervásio, Glen Batoca, Guedes, Hippertt, Humberto Pessoa, Ique, Ivo Favero, Izânio, J.Bosco, J.Fontinele, Jack, Jal, Jindelt, João Bento, Jorge Braga, Jorge Inácio, Leite, Lézio Jr., Liberati, Lucas Leibholz, Manga, Mário Alberto, Maurício de Sousa, Mauro Miranda, Mello, Mig, Miller Almeida, Moisés, Mônica Fuchshuber, Mônico Reis, Nei Lima, Paulo Branco, Paulo Caruso, Quinho, Rice, Rossi, Rui Miranda, Santiagu, Sérgio Gomes, Seri, Sid, Simch, Stegun, Suélen Becker, Thiago Lucas, Toscano, Turcios, Ulisses, Veronezi, Willian Medeiros e Xavier.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Exposição Sobre os Jogos Estudantis de Caratinga

Uniforme esportivos dos colégios de Caratinga

  A Exposição Fotográfica “Memória: 38 anos dos Jogos Estudantis de Caratinga” foi aberta nesta segunda-feira (04/12), na Casa Ziraldo de Cultura, na Avenida Benedito Valadares, no Centro da cidade, e contou com uma cerimônia de premiação dos Jogos Estudantis deste ano. 
 Considerado o maior evento de Caratinga e região, os Jogos Estudantis envolvem todas as escolas do município (redes privada, municipal e estadual de ensino). 
 Uniformes antigos, troféus, um verdadeiro resgate medalhas (desde 1998), registros de recordes do atletismo que até hoje não foram batidos e fotos, muitas fotografias que contam a história dos Jogos estudantis de Caratinga. 
 Hoje, Leandro Viana ocupa o cargo de Diretor de Equipamentos e Eventos Esportivos de Caratinga, mas a relação dele com os Jogos Estudantis é antiga. Em 1998 ele já participava do evento. Nesta época, como aluno. Passaram-se mais de 10 e lá estava Leandro, diretamente envolvido com este evento mas, desta vez, na organização dos jogos. 
 Neste passeio pela linha cronológica da história dos Jogos Estudantis, o público pode conhecer ou mesmo relembrar as edições que tiveram início na década de 90. Nos jogos deste ano, mais de 2 mil alunos (5 a 18 anos – masculino e feminino), de 34 escolas, participaram. Houve competições em 16 modalidades esportivas que vão desde a dama até o atletismo. 
 A exposição, que é aberta ao público, permanece na Casa Ziraldo de Cultura até o dia 15 de dezembro, de segunda à sexta-feira, de 13h às 18h.

Fonte: TV Super Canal









quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Casa Ziraldo Abre as Portas Para o Passado

Objetos antigos estão em exposição
DE VOLTA AO PASSADO -  Exposição que acontece na Casa Ziraldo de Cultura traz memória e cuidado com objetos raros 

CARATINGA- Ferros de passar de roupa, incluindo à brasa; rádios; toca disco; secador de cabelo; pratos em porcelana; panelas; impressos; LPs; bicicletas; máquina de escrever; máquina fotográfica; aparelhos telefônicos; máquina de costura e muitos outros artigos. Tudo isso está à disposição do público desde a última segunda-feira (28), na Casa Ziraldo de Cultura. 
A Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais propõe para este ano de 2017, o tema ‘Outros olhares sobre o patrimônio cultural’. Por isso, em Caratinga, o projeto é realizado com a exposição ‘De volta ao Passado’. 
De acordo com Lourdes Rodrigues, diretora do Departamento de Cultura, o município fez a inscrição para participar com uma exposição de antiguidades, por acreditar na necessidade de divulgar objetos que trazem consigo a memória e a história. “A ideia foi o que o tema da Jornada esse ano é “Outros olhares para o patrimônio cultural”, então o que que nós pensamos, às vezes o olhar está voltado só para os bens imóveis, casarões antigos, arquitetura e esquecem de outros bens, considerados bens móveis e que também fazem parte da nossa memória”. 
Outro ponto foi a valorização dos colecionadores, que cederam inúmeros objetos para ficarem expostos durante toda a semana. “É muito importante porque hoje em dia são raros e são pessoas que guardam tesouros em casa. A gente quis valorizar os colecionadores, inclusive até aproveito a oportunidade para agradecer e penso que eles merecem ser valorizados, porque eles valorizam aquilo que a gente guarda na memória”, acrescenta Lurdinha. Ainda no segundo dia, a exposição já chamava atenção, principalmente de estudantes, que ficaram impressionados com as antiguidades. “Está sendo bem visitada, principalmente por crianças acompanhadas de adultos, onde o adulto explica para ela sobre aquele objeto, objeto que o adulto conheceu, mas a criança não teve oportunidade e está conhecendo agora. Os celulares então chamam muito atenção das crianças, porque elas não conheciam aqueles aparelhos grandes, que agora renovaram. Tudo tem chamado muito a atenção, bicicletas, temos uma daqui dos anos 50”. 

OLHAR DE COLECIONADOR 

“Tudo começou com essa pedrinha, que estou com ela aqui no bolso. Estava em Belo Horizonte, em 1981 e andando pelo quintal de um primo meu vi essa pedra no chão, achei bonita, até datei (30/10/81) e a partir disso aqui, guardei ela, fui achando outras coisas e comecei a colecionar. Virou essa paixão”. A recordação é de Jucelio Neves de Paula, 51 anos, motorista rodoviário, responsável por ceder a maioria dos objetos que estão em exposição. Esta já é a segunda vez que ele tem a oportunidade de participar de uma mostra com esta finalidade. 
Mas, vida de colecionador não é fácil e o que eles entendem por cuidado com a memória, na maioria das vezes ganha outra interpretação para a sociedade. “O glamour todo está sendo hoje, porque a gente é visto como um ‘acumulador de lixo’. Passou, deixo de ser um colecionador e volto a ser aquele ‘acumulador de lixo’ de novo (risos)”. É na garagem de casa, que Jucelio chama carinhosamente de ‘museu’, que todos os objetos ficam guardados. O espaço chama atenção e o colecionador sempre se mostra receptivo a quem tem curiosidade de conhecer o acervo. Mais que armazenar os objetos, o que pode parecer obsoleto tem utilidade para ele. “Fui convidado pela Lurdinha devido à quantidade de peças que possuo. E é um momento de poder mostrar isso aí, porque são peças raras que muitas pessoas não tiveram oportunidade até de viver isso. O toca disco mesmo, costumo passar música nele; as furadeiras estou sempre mexendo. Estou sempre cuidando, passando um paninho e comprando mais peças. Preciso mesmo é fazer uma área para conservar melhor”. 
Para o colecionador, a exposição traz à mente dos visitantes que viveram aquela época um passeio ao passado. Já para quem não viveu aqueles momentos, é possível refletir que o passado é a base para entender os avanços atuais. “Certas coisas aqui são até difíceis de acreditar que foram usadas, são coisas muito rústicas, se for analisar por exemplo esses ferros, são coisas impensáveis nos dias de hoje. São coisas às vezes de 30 a 35 anos atrás, mas a evolução foi surgindo e essas coisas viraram coisas do passado, mas ao mesmo tempo é um passado recente. Isso prova que a evolução está sendo cada vez mais rápida”. 
 Os artigos também mostram o perfil do consumidor de acordo com a época. O que hoje está ao alcance das pessoas com as facilidades de pagamento e aumento do poder aquisitivo, pareciam distantes para a maioria da população, como observa Jucelio. “As pessoas até para darem valor às coisas de hoje, precisam ver essas coisas do passado, pois às vezes acham que tem alguma dificuldade, mas a questão toda foi lá atrás, as dificuldades que nós tivemos. Uma peça dessa por mais rústica que fosse, era caro para adquirir. Os ferros não eram acessíveis para todo mundo, até porque as pessoas guardavam roupas nesses baús, não passavam”. 
 A exposição segue até a sexta-feira (1º), no horário de 8h às 18h. Jucelio deixa o convite para este verdadeiro passeio pelo passado, que se mantém vivo pelo cuidado dos colecionadores. “Vale a pena. É uma oportunidade. E quem sabe as pessoas passam a ter esse hábito de guardar também, preservar a história. Imagina se eu e os outros colegas que estão expondo aqui não tivessem essa coragem, falo coragem porque a gente não é bem visto de ficar guardando essas coisas. Seria bom que as pessoas tivessem consciência de guardar. Até porque somos carentes de cultura na nossa cidade. É uma maneira de preservar a história”.
A maioria dos objetos expostos são do colecionador Jucélio




 



Exposição vai até 1º de setembro

Lourdes, Diretora de Cultura

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Exposição de Objetos Antigos na Casa Ziraldo

A exposição tem como tema "De Volta ao Passado"

A Prefeitura de Caratinga, por meio do Departamento de Cultura, realiza a 6º Jornada do Patrimônio Cultural, na Casa de Cultura Ziraldo, de 28 de agosto a 01 de setembro. 
A Jornada Cultural é uma ação promovida pela Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais IEPHA/MG, e tem por finalidade mobilizar municípios, entidades e agentes culturais para desenvolverem atividades que promovam, valorização e preservação do patrimônio cultural. 
Máquinas de escrever e rádio antigos serão expostos Cada município tem liberdade de escolher o tema que será abordado. 
A inscrição e tema de Caratinga está firmada na Exposição “De volta ao passado”. Nela, são apresentados objetos antigos de colecionadores e interessados na perpetuação de nossa memória. Entre os objetos são encontrados: coleção de ferros de passar, incluindo à brasa; rádios; toca disco; secador de cabelo; pratos em porcelana; panelas; impressos; LPs; bicicletas; máquina de escrever; máquina fotográfica; aparelhos telefônicos; maquina de costura e outros.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caratinga

De 28 de agosto a 1º de setembro na Casa Ziraldo de Cultura

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Casa Ziraldo de Cultura Recebe Exposição de Fotos, Troféus e Motos Antigas

Lambreta exposta na Casa Ziraldo de Cultura

As fotos expostas, os troféus conquistados em vários eventos e as motos antigas, mostram a paixão pelo motociclismo.
Em Caratinga existem cerca de 12 moto-clubes que se uniram em prol de realizar a exposição das relíquias, em parceria com a Associação dos Motociclistas de Caratinga – Amoreca. 
A exposição é aberta ao público e está acontecendo na Casa Ziraldo de Cultura desde a segunda-feira (24/07), com previsão de se estender até a próxima sexta-feira (28/07). 
A iniciativa da exposição que já está em sua segunda edição, se deu pelo fato de no dia 27 de julho ser comemorado o dia do motociclista. 
Essa é uma oportunidade para aqueles que são loucos por moto, se unirem em um só propósito. Dico Costa faz parte de do moto-clube de Caratinga ‘’Monarcas do Asfalto’’ e conta como é satisfatório fazer o que gosta e que o seu grupo é composto por sua esposa e seu filho. 
E a comemoração não para por aí, a programação se estende durante toda essa semana. Está prevista para acontecer nesta quinta-feira (27/07), uma missa às 19 horas na Catedral de São João Batista em Caratinga, onde os motociclistas receberão a benção sobre os veículos. 
E no sábado para fechar a semana com chave de ouro, será oferecido um café da manhã na Honda, para todos os motociclistas que estiverem presentes.